Como é voar de São Paulo a Hanoi com a Turkish Airlines

Aqui vai um pouquinho da minha experiência indo para o outro lado do mundo. E digo uma coisa, viajar para a Ásia pode sair mais barato do que você imagina. Nas minhas muitas pesquisas por aí, achei uma passagem por 700 dólares (cerca de dois mil reais) pela Turkish Airlines (eu geralmente uso o Kiwi, Kayak ou Skyscanner para procurar passagens e sigo sites de dicas para encontrar passagens baratas). A viagem é longa sim, claro, mas não é das piores, por causa da mudança de fusos, parece que você está viajando durante uma longa noite. Quer saber como é? Vou contar um pouco aqui, quem sabe você vem pra cá!

A primeira coisa a fazer se você estiver pensando em ir para o Sudeste Asiático é providenciar o Certificado Internacional de Vacinação com o comprovante de que você está imunizado contra a febre amarela. É só ir a um posto de saúde, tomar a vacina, se você já não tiver o comprovante, e depois ir a um posto da Anvisa para fazer sua carteira internacional (em Brasília o posto é no aeroporto). Agora, se você tiver o comprovante de que já tomou duas doses da vacina durante a vida, já sai na sua carteira de vacinação internacional que você está imunizado para a vida inteira. É tudo de graça! No meu caso, pediram essa carteira na hora do check in para Hanoi, em São Paulo.

Outra coisa a fazer é verificar as regras para o visto (elas podem mudar de tempos em tempos). Brasileiros precisam de visto para entrar no Vietnam e ele deve ser providenciado antes da viagem. O jeito mais fácil é fazer o Visa on Arrival (VOA). É só procurar umas das muitas agências que prestam esse serviço, preencher os dados online e pagar uma taxa de acordo com o tipo de visto que escolher. Eles mandam uma carta para o seu email em cerca de 2 dias. Você deve imprimir essa carta para entregar na imigração no Vietnam. Eu usei essa agência, mas há várias.

O meu vôo saiu às 4:50 da manhã de Guarulhos para Istambul (duração 12h50), então você já vai meio bêbado de sono, o que ajuda bastante na hora de dormir no avião. Eles fornecem máscara de dormir, plug de ouvido, meias e chinelos, escova e pasta de dente (então você não precisa se preocupar com essas coisas no vôo). Dormi grande parte do trajeto, acordei na África, quando estávamos sobrevoando o deserto (incrível! Coloquei na minha lista, acho que estávamos sob a Líbia ou Egito). Nessa hora era dia, mas quando chegamos a Istambul eram 11 da noite (hora local), daí a sensação que falei de parecer uma grande noite.

Em Istambul, são 4 horas de espera, mas sua bagagem vai direto para Hanoi. Na hora em que você chegar provavelmente ainda não haverá informação sobre o portão de embarque para Hanoi, espere até uma hora antes e cheque nas telas. Enquanto isso, pausa para um café e wifi. Não tem wifi que funcione direito no aeroporto em geral, mas há em alguns cafés. Eu usei o wifi do Starbucks, que fica no andar de cima. No aeroporto os preços estão na moeda local, mas eles aceitam euros (não sei sobre dólares). Então pegue um café, arrume um banquinho, converse com outros viajantes que o tempo passa rapidinho. Encontrei uma pessoa super interessante e ouvi várias histórias, e assim minhas quatro horas passaram voando (isso rende um outro post!). Na sala de espera para o embarque tem wifi, mas é preciso receber um código no telefone. Então, só se seu roaming estiver ativo.

O vôo para Hanoi sai ás 2h35 da manhã (hora local) e são mais nove horas e meia. Esse vôo foi ótimo porque estava mais vazio. Peguei um assento mais na traseira e no meio (dicas esperta!!), onde há quatro assentos, e fui sozinha! A glória! Deitei, me esparramei, dormir, estiquei… O kit de viagem é o mesmo.

Cheguei à Hanoi às 4 da tarde. Como lá é bem raro alguém falar inglês, vou dar o passo a passo bem detalhado para sair do aeroporto. Logo na saída do avião, você tem que apresentar o passaporte e o ticket de viagem (o da chegada a Hanoi). Depois, siga em frente e passe por um funcionário e vire à esquerda para pegar seu visto (não pegue a fila na sua frente, a não ser que já tenha o visto no seu passaporte).

Vou explicar o que fazer para quem pediu o Visa On Arrival, que foi o meu caso. Aqui fica um pouco confuso, mas no fim dá tudo certo. Procure um guichê com uma fila, pegue a ultima fila onde está escrito Pick up Visa ou algo parecido. Nesse local você tem que entregar a carta da agência e o seu passaporte. Você vai ver umas pessoas com um formulário, mas não me pediram isso. O atendente então vai ficar com seu passaporte e carta e mandar você esperar do lado (com um gesto com a mão apontando onde você deve ficar, nem tente perguntar algo porque não haverá resposta). Agora é só aguardar. Você vai ver uma TV na sua frente onde vão aparecendo as fotos das pessoas e o nome. Você tem que esperar ser chamado lá. Quando seu nome aparecer na TV (e sua foto linda do passaporte), vá até o outro atendente, entregue uma foto (acho que não faz diferença o tamanho) e pague de acordo com o seu visto (o meu foi de 3 meses, múltiplas entradas, 50 dólares). Pegue seu passaporte, confiraa data de saída e siga para a fila da imigração, que é do lado oposto a esse guichê. Na imigração, é só entregar o passaporte e esperar. O cara nem olha pra você, quanto mais falar.

Depois é só pegar a bagagem e sair. Assim que sair, do lado direito, há alguns lugares onde você pode trocar dólares por dongs. Onde comprei não cobrava comissão e achei razoável o preço, mas troquei só um pouco.

dongs.jpg
Dong vietnamita (VND) ou simplesmente Dongs – moeda do Vietnam

Para ir para o centro, há ônibus logo em frente. Taxis vão te cobrar de 15 a 20 dólares (mas não confio em taxis de aeroporto). De ônibus de companhias aéreas até o centro, custa 2 dólares (40.000 VND), você pode pagar em dong ou dólar. É só atravessar a primeira pista e seguir para a sua esquerda até chegar aos ônibus. Em Hanoi, não existe isso de respeitarem faixa de pedestre, então vai na fé.

img_6212
ônibus da ViejetAir no aeroporto de Hanoi

Mostre no mapa para onde você vai e veja se ele para perto. A maioria dos hotéis fica no Old Quarter e o ônibus da VietJetAir, que é que eu peguei, pára perto o suficiente, mas você vai ter que andar um pouco (15 minutos, talvez), ou pegar um taxi de lá (há muito moto taxi, pra quem tem coragem!). O ônibus faz uma só parada por lá, então fique atento. Ele vai parar e mostrar no mapa onde você está, mas sinceramente usar o Google Maps é bem mais simples do que tentar entender ele mostrando no mapa.

Toda essa aventura é só para chegar a Hanoi. A cidade é uma loucura e, com certeza, rende mais posts!

Dicas práticas:

  • No avião, prefira pegar os assentos mais pra traseira do avião, é mais calmo por lá.
  • A companhia tem várias opções de refeições especiais (para quem é vegetariano, por exemplo), só precisa lembra-los na horas que servem. Também para os lanches (sanduíches) que você pode comer durante o vôo, havia opção vegetariana, é só pedir.
  • Salve o mapa de Hanoi no Google Maps, assim você pode acessar enquanto estiver off-line e marque seu hotel nele.
Advertisements

One thought on “Como é voar de São Paulo a Hanoi com a Turkish Airlines

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s