Encontro em Otres 2

Todos os dias saio cedinho pra uma corridinha na praia, quando está vazio e a areia tá firme. Ontem não foi diferente. E foi no fim de Otres 2 que o encontrei, sozinho, perdido, sem rumo. Percebi que ele se distraiu e se deixou levar pela maré, e agora já não conseguia ver que estava indo para o lado errado, as forças que impulsionavam para o perigo eram mais fortes que ele.

Não me contive, e parei para ajudá-lo, afinal amigos são para isso, certo? Mesmo que amigos de tão poucos segundos. Pensei comigo mesma que gostaria que fizessem o mesmo por mim, estivesse eu em situação similar. Muitas vezes não conseguimos ver que estamos no rumo errado e é preciso um olhar de fora para nos fazer enxergar isso.

Comecei com um leve empurrãozinho, mas ele parecia me ignorar. Precisava ser mais incisiva. Fui mais clara, mais forte. Ele, então começou a perceber e tomar a direção certa, mas a corrente contra ainda era forte e, mesmo querendo e percebendo que precisava mudar, ele ainda precisava de ajuda. Continuei ajudando até perceber que ele estava em águas seguras e o deixei por contra própria.

Certamente nunca mais nos veremos, mas há encontros que são assim mesmo, duram pouco, mas nos transformam para sempre. Espero ter ajudado meu amigo na sua jornada, certamente vou me lembrar do dia em que ajudei um lindo peixinho amarelo a voltar para o mar em Otres 2.

 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s