Feliz aniversário, Buda!

Então, ontem foi aniversário do Buda ou, como chamam aqui na Tailândia, Visakha Bucha Day. Eu nem tinha ideia desse feriado, uma das minhas colegas de casa me chamou e me colocou num grupo do Facebook para essa caminhada até o templo… e lá fui eu!

Mal sabia eu que esse é um dos e feriados mais importantes e sagrados da Tailândia. O Visakha Bucha Day é celebrado na lua cheia do sexto mês lunar (de acordo com o calendário tailandês) e marca o nascimento, a iluminação e a entrada no nirvana do Buda.

E aqui em Chiang Mai a comemoração é enorme. Na noite anterior ao Visakha Bucha Day, milhares de pessoas vêm pra cá para fazer uma peregrinação de 11km até o tempo Doi Suthep, que fica no alto de uma montanha. E eu achando que era apenas uma caminhada…

IMG_1978
Chiang Mai lá embaixo.

Era muita gente!! Mas muita gente mesmo subindo o morro. Pelo caminho, havia muita comida, agua, refresco e muita comida de novo, oferecidos pela comunidade, empresários, famílias. Também bancas vendendo sandálias, abanadores, tiaras brilhantes, souvenires… alguma música, dança… é uma festa.

IMG_7695
Apresentação de dança no meio do caminho.

Parecia carnaval, mas sem música e sem cerveja. Lembra muito nossas festas católicas, mas só que andando 11km… Aliás, há mais similaridades entre o sudeste asiático e o Brasil do que diferenças, desde a comida até as celebrações. Eu jantei 3 vezes, acho que noodles as 3 vezes e ainda teve umas duas sobremesas pelo caminho, fora água, chá, manga, goiaba…

IMG_8953
Chegada ao templo.

Chegando no topo, hora de subir as escadas do templo. E põe degrau nisso, 309 degraus até chegar ao interior do Wat Phrathat Doi Suthep. Já falei que tinha muita gente né? Chegando lá em cima, os fiéis têm a tradição de dar 3 voltas ao redor da cúpula do tempo, com uma flor branca na mão e as mãos em prece. Ah, antes de entrar, tem que deixar o sapato de fora, claro.

 

IMG_8886
Fiéis fazendo fazendo a volta à cúpula.

Do lado de fora, há monges fazendo orações ou falando para os fiéis. Pessoas tocando os sinos do templo e por todo lado, muitos descansavam e até dormiam, acho que alguns vêm preparados para esperar o dia amanhecer no templo, eu até me arrependi de não ficar até o amanhecer, porque a vista lá de cima é fantástica.

Descansei, apreciei a vista e comecei a descer. Até dava pra pegar um dos pequenos ônibus vermelhos para a cidade, mas todos estavam cheios. Então, comi mais um pad tai. E rumo ladeira abaixo.

Muita gente ainda estava chegando e outros tantos indo embora. Os pés já estavam doendo, mas já não estava mais tão quente então voltar não foi tão sofrido.

Foi uma experiência incrível e recomendo para quem estiver por aqui nessa época. Agora quero voltar ao templo durante o dia!

 

 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s